Article

lock Open Access lock Peer-Reviewed

3

Views

EDITORIAL

Palavras do Prof. Dr. Domingo M. Braile

Domingo M Braile0

DOI: 10.1590/S0102-76382002000300001

Em nosso segundo número à frente da Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (RBCCV), damos seqüência à reformulação gráfica e editorial da nossa publicação. Com a finalidade de abrir mais espaço para os autores, o Conselho Editorial, que esteve reunido em São Paulo durante o 57º Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, decidiu, entre outras deliberações, limitar o número de palavras, figuras, tabelas e quadros dos artigos, assim como o seu número de autores.

Tal medida é uma tendência já adotada nas melhores publicações da área, como: The Annals of Thoracic Surgery, European Journal of Cardio-Thoracic Surgery, Asian Cardiovascular & Thoracic Annals e The Journal of Thoracic and Cardiovascular Surgery e, certamente, será de fundamental importância para o reconhecimento internacional de nossa Revista.

A partir da próxima edição, os Artigos Originais poderão ter um máximo de 5.000 palavras; os Editoriais, 1.000 palavras; Relatos de Caso, 1.500 palavras; Comunicações Breves/Notas Prévias, 1.500 palavras; "Como eu Faço", 1.000 palavras; Cartas ao Editor, 400 palavras; Artigos de Revisão, 6.500 palavras. Os títulos também serão limitados - 100 caracteres nos Artigos Originais e 80 para as demais categorias. Para informação completa, veja a tabela nas Normas aos Autores, à página 279.

Vale frisar que a RBCCV segue as Normas de Vancouver, criadas em 1978, e apresentadas em 1979, com o objetivo de padronizar os manuscritos a serem publicados em revistas da área médica. Tais normas estão disponíveis na Internet no endereço eletrônico www.icmje.org podendo ser consultadas sem ônus pelos interessados.

A revisão dos manuscritos pelos Editores Associados ou Especialistas, designados pelo Editor, já está sendo feita por processo eletrônico, com a utilização de um questionário padronizado enviado pela Internet, cumprindo a promessa da edição passada. Estamos disponibilizando aos autores o acesso à avaliação de seus manuscritos, para que possam ser corrigidos seguindo a orientação dos Revisores. O processo será sigiloso, mas se o Revisor desejar, poderá, com a intermediação do Editor, entrar em contato com o Autor do trabalho para discutirem detalhes.

A intenção é produzirmos uma Revista com padrão cada vez melhor, "pari passo" com as publicações estrangeiras, marcando nossa presença no contexto das Nações. A fim de atingirmos este novo patamar, os revisores serão mais exigentes e isso irá contribuir, efetivamente, para elevar o nível dos artigos nacionais. Tal fato levará, inclusive, a que as revistas internacionais aceitem mais artigos de autores brasileiros.

Desta forma a função do Revisor não terá ação punitiva e, sim, de orientação para atingirmos os objetivos desejados.

Também estamos trabalhando para diminuir o prazo para revisão de manuscritos pelo Conselho Editorial, agilizando, assim, a produção da Revista. Na reunião realizada durante o 57º Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia foi enfatizado que o prazo para os membros do Conselho Editorial revisarem os trabalhos será mantido em uma semana, e que o autor terá 30 dias para realização das correções solicitadas .Para os trabalhos que necessitarem de extensa revisão, este prazo poderá ser ampliado para até 90 dias, cabendo ao editor estabelecê-lo. Após o prazo determinado, se a nova versão do manuscrito não for submetida à reavaliação, o trabalho será desconsiderado.

Outra decisão que visa ampliar os horizontes da RBCCV é a de abrir espaço para a participação de cirurgiões cardiovasculares da América Latina. Nossa revista é a única do gênero do Hemisfério Sul e da América do Sul. Por isso, é nossa intenção torná-la um pólo científico, sendo canal para profissionais que enfrentam a dura concorrência nas revistas européias, asiáticas e norte-americanas, a única opção para divulgar suas pesquisas.

Em recente reunião que realizei na Argentina, com as presenças dos Anfitriões e de representantes da Espanha, México e Venezuela elaborou-se um protocolo de intenções para a criação de uma Revista Latina nos moldes do Asian Cardiovascular and Thoracic Annals, que reúne todas as publicações do "mundo asiático". Compete a nós sermos o centro deste processo, uma vez que a nossa Revista é a única já em circulação desde 1986.

Um fator que certamente contribuirá para a concretização dessa idéia é o fato da RBCCV já fazer parte das publicações de consulta indicadas pelo CTSnet (www.cts.org/journals).

Ao clicar no link "Other Cardiovascular Journals of Interest", na parte inferior direita da página, aparecerá o nome e o link da RBCCV junto com 13 outras importantes publicações internacionais.

São planos ambiciosos, mas plenamente realizáveis, pois temos a certeza de que contaremos com o apoio valoroso de todos os membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular, que só terão a ganhar com tal intercâmbio.

Para incentivar as publicações criamos, com aprovação do Conselho Editorial, novas sessões na Revista: Cartas ao Editor, Como Eu Faço, Comunicação Breve e Nota Prévia. Estas novas categorias, com certeza, vão permitir que muitas contribuições que estão "na gaveta" sejam aproveitadas.

Estamos ainda tratando de incluir a nossa Revista Online na Scielo em Inglês, o que está resolvido do ponto de vista logístico. Do ponto de vista prático, estamos esbarrando na dificuldade da tradução pelo custo que ela envolve. Precisaremos contar com a colaboração de todos para que este grande avanço seja realidade. A idéia é que os autores paguem pela tradução se o artigo vier somente em português e pela correção do inglês (cujo custo é menor) se o mesmo vier com o texto bilíngüe. As figuras coloridas enriquecem muito os trabalhos, mas como nas demais revistas internacionais não temos condições de incluí-las sem que os autores arquem com os custos. Brevemente teremos uma tabela de custos tanto para as traduções como para as figuras coloridas.

Aproveitamos esse espaço para, mais uma vez, incentivar o envio dos manuscritos que, ressaltamos, deve ser feito de maneira eletrônica, por meio de disquete, CD, ou para o e-mail revista@sbccv.com.br. Todas as contribuições e sugestões são extremamente bem-vindas e vão abrilhantar, ainda mais, o conteúdo da Revista, que é de todos nós. Continuamos a contar com a colaboração dos colegas.

Recebam meu abraço,

Domingo M. Braile
Editor - RBCCV
CCBY All scientific articles published at bjcvs.org are licensed under a Creative Commons license

Indexes

All rights reserved 2017 / © 2022 Brazilian Society of Cardiovascular Surgery DEVELOPMENT BY