Article

lock Open Access lock Peer-Reviewed

90

Views

CORRELAÇÃO CLÍNICO-CIRÚRGICA

Aneurisma de átrio esquerdo em criança com persistência do canal arterial e prolapso da valva mitral

Danielle Lilia Dantas TukamotoI; Carlos Henrique De MarchiI; Lilian BeaniI; Ulisses Alexandre CrotiI

DOI: 10.5935/1678-9741.20120082

ABREVIAÇÕES E ACRÔNIMOS

bat/min: Batimentos por minuto

PCA: Persistência de canal arterial

DADOS CLÍNICOS

Lactente de 9 meses, 6,5 kg, sexo feminino, com história de dispneia às mamadas e baixo ganho ponderal. Nascida a termo com 3,2 kg. No primeiro mês, foi diagnosticada cardiopatia congênita de hiperfluxo pulmonar com repercussão hemodinâmica, sendo a criança encaminhada da cidade de origem para tratamento cirúrgico.

Ao exame físico apresentava-se desnutrida, com peso abaixo do percentil 3 para idade, taquidispneica, acianótica e descorada. Precórdio hiperdinâmico com ictus cordis desviado para esquerda e abaulamento de tórax à esquerda. Sopro contínuo 3+/6+, com múltiplos estalidos em região infraclavicular esquerda. Fígado a 3 cm do rebordo costal direito. Pulsos periféricos amplos e palpáveis nos quatro membros.

 

ELETROCARDIOGRAMA

Taquicardia sinusal com frequência de 150 bat/min, SÂQRS + 60º, além de sobrecarga atrial e ventricular esquerda (Figura 1).

 

 

RADIOGRAFIA

Área cardíaca aumentada, índice cardiotorácico de 0,61, com aumento de átrio esquerdo e ventrículo esquerdo. Trama vascular pulmonar aumentada (Figura 2).

 

 

ECOCARDIOGRAMA

Persistência de canal arterial (PCA) com 7,09 mm na extremidade aórtica e 4,48 mm na pulmonar. Prolapso da valva mitral com insuficiência de grau moderado. Dilatação importante de átrio esquerdo e moderada de ventrículo esquerdo. Função ventricular preservada (Figura 3).

 

 

DIAGNÓSTICO

O quadro clínico era compatível com cardiopatia congênita acianogênica de hiperfluxo pulmonar, porém de forma não habitual os efeitos da PCA na sobrecarga de volume das câmaras esquerdas foram potencializados pela existência de prolapso valvar mitral com significativa regurgitação. Ficou clara a indicação do tratamento cirúrgico imediato com monitorização ecocardiográfica tardia do aspecto do átrio esquerdo e função da valva mitral [1,2].

 

OPERAÇÃO

Durante a monitorização, era possível observar a repercussão clínica, com importante abaulamento torácico à esquerda (Figura 4). A operação foi realizada de forma rotineira por toracotomia póstero-lateral esquerda, pequena incisão, abertura da pleura parietal, dissecção da região da PCA junto à aorta, identificação das estruturas anatômicas, passagem de dois fios de polipropileno 4-0 ao redor do canal, sendo um na extremidade aórtica e outro na pulmonar e ligados fortemente, interrompendo a passagem de fluxo sanguíneo. Sutura da pleura parietal, dreno de tórax e fechamento de tórax por planos.

 

 

A criança evoluiu bem, recebendo alta hospitalar no terceiro dia de pós-operatório com o ecocardiograma demonstrando significativa redução do prolapso da valva mitral e regurgitação trivial.

REFERÊNCIAS

1. Zonnenberg I, de Wall K. The definition of a haemodynamic significant duct in randomized controlled trials: a systematic literature review. Acta Paediatr. 2012;101(3):247-51. [MedLine]

2. Schneider DJ, Moore JW. Patent ductus arteriosus. Circulation. 2006;114(17):1873-82. [MedLine]

Article receive on sexta-feira, 10 de agosto de 2012

CCBY All scientific articles published at bjcvs.org are licensed under a Creative Commons license

Indexes

All rights reserved 2017 / © 2021 Brazilian Society of Cardiovascular Surgery DEVELOPMENT BY