Article

lock Open Access lock Peer-Reviewed

7

Views

EDITORIAL

Editorial

Fabio Biscegli Jatene

DOI: 10.1590/S0102-76381996000400001

Este fascículo da RBCCV tem uma conotação muito especial aos que participaram da sua elaboração, pois é aquele que apresenta maior número de trabalhos, desde a sua criação. A obtenção deste recorde tem alguns motivos. O primeiro deles é o número crescente de textos que temos recebido, o que, sem dúvida, propicia melhor seleção e programação. O segundo é a qualidade e a atualidade dos mesmos, o que os caracteriza como aptos à publicação. O terceiro é a forma de apresentação, cada vez mais apropriada e dentro das normas da RBCCV, o que reduz o tempo entre a submissão para publicação e sua aprovação após o parecer do Conselho Editorial.

Um outro aspecto que merece destaque diz respeito à variedade de temas que a nossa Revista vem apresentando, compreendendo praticamente todos os campos da cirurgia cardiovascular atual. Esta tendência deverá ser consolidada e, assim, em cada número da RBCCV o colega poderá contar com um ou mais artigos que interessem à sua área de atuação, ou preferência pessoal.

Neste contexto, gostaria de fazer comentário especial a respeito do conteúdo deste número. Ele apresenta quatro artigos referentes à cirurgia com menor agressão ou minimamente invasiva. Este é um contexto amplo e muito atual. Para tal confirmação, basta recordar o grande número de reuniões, congressos, simpósios, acerca do tema, ao longo do ano de 96. Por vezes, ocorreram duas reuniões simultâneas em países diferentes, com o mesmo ternário, tal o interesse pelo assunto. Este tipo de procedimento pode englobar a realização da operação com auxílio circulatório, ou mesmo sem a tradicional circulação extracorpórea. Utilizam-se incisões menores, para-esternais, subxifóideas ou minitoracotomias, podendo ser aplicadas tanto em operações para correções valvares, em revascularização do miocárdio, ou em correções de cardiopatias congênitas. É, sem dúvida, um campo em crescimento muito acelerado. Como sempre, com o tempo e o acúmulo da experiência, serão realizadas adaptações, devendo permanecer, para a prática cotidiana, os procedimentos com resultados mais sólidos. Sobre este ternário este número da RBCCV é generoso, embora sem prejuízo de artigos sobre outros assuntos, que creio de grande interesse para todos.

Fábio B. Jatene
Editor - RBCCV
CCBY All scientific articles published at bjcvs.org are licensed under a Creative Commons license

Indexes

All rights reserved 2017 / © 2022 Brazilian Society of Cardiovascular Surgery DEVELOPMENT BY