Article

lock Open Access lock Peer-Reviewed

0

Views

EDITORIAL

A medicina e a fé

Domingo M. Braile

DOI: 10.5935/1678-9741.20130001

Ao contrário do que muitos ainda imaginam, a ciência, em sua eterna busca de compreender e explicar o mundo de forma racional, com fatos que precisam ser comprovados e demonstrados, e a Fé, cuja definição de Paulo (São Paulo para os que praticam o catolicismo), na sua epístola aos Hebreus é: "...o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem", não são incompatíveis.

Nas palestras e aulas para as quais tenho a honra de ser convidado, exponho aos que me dão o prazer de sua audiência que, nas últimas décadas, vários estudos têm demonstrado que pacientes que têm algum tipo de fé, mesmo que não necessariamente ligada a uma doutrina religiosa, costumam ter mais chances de cura do que os materialistas. Entre as pesquisas científicas realizadas, um estudo prospectivo de 6 anos com 557 idosos, conduzido por Lutgendorf et at. [1], em 2004, apontou que, entre aqueles que frequentavam serviços religiosos, o risco relativo de morte reduzia-se 78% e os níveis de interleucina-6 eram 66% menores durante o período de seguimento.

 

Artigo dos Drs. Fernando Lucchese e Harold Koenig (pág. 103)

Os cirurgiões cardiovasculares, que lidam com pacientes em situações-limite, também devem acompanhar com interesse as pesquisas que abordam esse tema. Nesse sentido, a RBCCV/BJCVS (Revista Brasileira de Cirurgia Cardiovascular/Brazilian Journal of Cardiovascular Surgery) publica, nesta edição, um artigo dos Drs. Fernando Lucchese e Harold Koenig, com título "Religion, spirituality and cardiovascular disease: research, clinical implications, and opportunities in Brazil". O texto faz uma revisão das pesquisas sobre a relação entre religião, espiritualidade e doença cardiovascular, discute mecanismos que ajudam a explicar as associações relatadas, examina as implicações clínicas desses achados e aborda a necessidade de futuras pesquisas no Brasil sobre esse tema.

Mesmo com todos os obstáculos, como o tempo curto e condições de trabalho aquém das ideais, entre outros, nós, médicos, temos o compromisso de procurar o melhor para o paciente. O entendimento maior das necessidades do paciente, não apenas físicas, mas também espirituais, é fator primordial para que o tratamento tenha condições de ser mais eficaz e, também, se encaixa dentro da "humanização" da Medicina, um conceito tão caro e que ainda resiste, apesar de um mundo cada vez mais corrido e impessoal.

 

Segunda parte do ensaio do Dr. Rodolfo Neirotti (pág. 129)

Ainda, nesta edição, publicamos a segunda das três partes do ensaio do Dr. Rodolfo Neirotti, denominado "Cardiac Surgery: the infinite quest". O tópico enfatiza como a cirurgia cardiovascular pode aprender com lições de outros sistemas complexos que identificaram soluções para impasses intrincados, e que a especialidade deve estar sempre aberta às inovações.

 

Artigo de revisão sobre cirurgia das coronárias do Dr. Luis Dallan e Dr. Fábio Jatene (pág. 137)

Também não posso deixar de destacar a bem embasada retrospectiva sobre a revascularização do miocárdio, escrita pelos Drs. Luis Dallan e Fabio Jatene. Em um texto rico em detalhes, eles narram desde os primórdios até as perspectivas dessa hoje consagrada técnica e que deve ser de conhecimento de todos que lidam com a cirurgia cardíaca.

 

40º Congresso da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular

Uma oportunidade que teremos para conversar e nos aprofundar sobre esses temas será no 40º Congresso da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV), que acontecerá no período de 18 a 20 de abril, no Costão do Santinho, em Florianópolis, SC, local que recebeu o evento em 2007. Também haverá a presença de profissionais de áreas afins, como Perfusão, Enfermagem e Fisioterapia, além dos acadêmicos.

Mantendo a tradição dos últimos anos, teremos a presença de convidados internacionais que, com seu conhecimento e expertise, vão mostrar as inovações e perspectivas da cirurgia cardíaca internacional. Haverá, como sempre, várias atividades de grande interesse, com destaque para o "Hands On", que a cada ano se aprimora e, por meio de treinamento prático do implante de novas órteses e próteses possibilita aos cirurgiões atualizar seus conhecimentos dentro do que há de mais novo no estado da arte da cirurgia cardíaca, sempre no intuito de proporcionar maiores benefícios aos pacientes.

Toda essa gama de atrações só foi possível graças ao empenho de todos os sócios e da atual Diretoria da Sociedade Brasileira de Cirurgia Cardiovascular (SBCCV), presidida pelo Dr. Walter Gomes, com apoio dos demais membros. Também não há como deixar de citar o trabalho incessante da Comissão Organizadora, liderada pelo Dr. Lourival Bonatelli Filho, ladeado pelo Dr. Milton de Miranda Santoro, Dr. Renato Bastos Pope e Dr. Ricardo José Choma, a fim de que os participantes possam usufruir das atrações e atividades da melhor maneira possível.

 

Reunião Corpo Editorial da RBCCV com os Editores Associados e Membros do Conselho Editorial

No dia 18 de abril, das 11h às 12h, na Sala Faial I e II, ocorrerá a já tradicional reunião do Corpo Editorial da RBCCV com os Editores Associados e membros do Conselho Editorial também aberta a todos os sócios que desejem participar. Teremos a oportunidade de debater as perspectivas da Revista, que foi indexada na base de dados EBSCO e está finalizando o processo para a entrada no PUBMED Central. A presença nas novas mídias e a divulgação por meio das redes sociais, bem como meios de aumentar o Fator de Impacto, atualmente de 1,239, também serão temas de discussão.

 

Artigo publicado na RBCCV tem 100 citações no Google Acadêmico (pág. 153)

Temos o prazer de informar o trabalho "Noções básicas de variabilidade da frequência cardíaca e sua aplicabilidade clínica", publicado na RBCCV 24.2, atingiu a marca de 100 citações. Parabenizamos aos autores Luiz Carlos Marques Vanderlei, Carlos Marcelo Pastre, Rosângela Akemi Hoshi, Tatiana Dias de Carvalho e Moacir Fernandes de Godoy pela conquista. Fatos como este nos incentivam a continuar nosso empenho a fim de que a RBCCV/BJCVS se consolide como um dos mais importantes periódicos da cirurgia cardiovascular em todo o mundo.

Os artigos disponíveis para os testes pelo sistema de Educação Médica Continuada (EMC), nesta edição, são os seguintes: "Impact on early and late mortality after blood transfusion in coronary artery bypass graft surgery" (pág. 1), "Surgical treatment for infective endocarditis and hospital mortality in a Brazilian single-center" (pág. 29), "Correção da ruptura de cordas tendíneas na insuficiência mitral degenerativa pelo emprego de cordas padronizadas de pericárdio bovino" (pág. 36) e "Five-year outcomes following PCI with DES versus CABG for unprotected LM coronary lesions: meta-analysis and meta-regression of 2914 patients" (pág. 83).

Recebam meu abraço,

Domingo Braile
Editor-Chefe - RBCCV/BJCVS

REFERÊNCIAS

1. Lutgendorf SK, Russell D, Ullrich P, Harris TB, Wallace R. Religious participation, interleukin-6, and mortality in older adults. Health Psychol. 2004;23(5):465-75. [MedLine]

CCBY All scientific articles published at bjcvs.org are licensed under a Creative Commons license

Indexes

All rights reserved 2017 / © 2019 Brazilian Society of Cardiovascular Surgery DEVELOPMENT BY