Article

lock Open Access lock Peer-Reviewed

0

Views

ARTIGO ORIGINAL

Crianças operadas e condições familiares. O que muda? Estudo no Instituto do Coração-HCFMUSP

Laís S CrochikI; Iris F BertaniI; Miguel Barbero-MarcialI

DOI: 10.1590/S0102-76381995000400006

RESUMO

No período de março a agosto de 1993, 57 familiares de crianças com idades entre 0 e 7 anos portadoras de cardiopatias congênitas, internadas para tratamento cirúrgico, foram entrevistados. Destes, 94,5% procedem da zona urbana e em 86% o grupo familiar não ultrapassa 5 pessoas. Das famílias estudadas, 56,5% dos pais e 58% das mães apresentam instrução primária e 41 % dos pais possuem ocupação de nível técnico e 72% das mães não têm qualificação profissional. Foram estudados os seguintes itens: a) mudanças profissionais dos pais após o nascimento do filho; b) alterações no relacionamento interpessoal; c) dificuldades para enfrentar o momento da cirurgia; d) expectativas futuras com o filho operado. Os resultados mostraram que, para os casais jovens de classe social média baixa e em fase de estruturação familiar, o aparecimento de um membro doente e o evento da cirurgia cardíaca identificam áreas de estresse e alguns evitam falar do futuro.

ABSTRACT

From March to August 1993, parents of 57 children between 0 and 7 years old, with congenital cardiopathies, hospitalized for surgical treatment were studied; 94.5% came from the urban zone and 86% from familiar groups who not exceeded 5 people. In the familiar group, 56.5% of the fathers and 58% of the mothers had elementary school; 41 % of the fathers had technical occupation and 72% of the mothers had no professional qualification (housewives). The following subjects were studied: a) professional changes of parents; b) modifying in interpersonal relationship; c) difficulties fo face the surgery moment; d) future hopes related to the surgical child. The results showed that, for young couples of low medium social class, concerning the stage of familiar structuring, a sick member and the fact of the cardiac surgery, present stress and some avoid to speak about the future.
Texto completo disponível apenas em PDF.

REFERÊNCIAS

1. FREITAS, C. B. D. - Estrutura do atendimento à saúde da criança no Brasil. Rev. Bras, de Crescimento e Desenvolvimento Humano, 3(1): 64-76, 1993.

2. HEART CHILDREN: a practical handbook for parents of children with congenital heart problems. Camberley, Heart Line Association, 1989.

3. KLAUS, M. H. - La relación madre-hijo. Buenos Aires, Editorial Médica Panamericana, 1978.

4. LAMOSA, B. W. R. - Abordagem psicológica da criança cardiópata. Cardiologia Pediátrica. São Paulo, 1984. p. 279-281.

5. MONTEIRO Fº, L; LOPES NETO, A. A; RANGEL, A. M. H; MONTEIRO, M. T. S. - O programa de hospitalização da criança acompanhada (PHOCA) do Hospital Municipal Souza Aguiar. J. Pediatria, 64: 242-247, 1988.

6. MOUTH, R & SILVA, S. L. A. - Repercussões psicológicas da hospitalização na criança e sua família. Pediatria Moderna, 19(8), 1984.

7. REDOGLIA, S.; RANNA, N.; TULHA, O. M. P. A. T.; NOSEK, L. - Relato de uma experiência com grupo de pais de crianças internadas com patologia clínica. Rev. Pediatria, 1: 61-68, 1979.

8. RODRIGUES Fº, J.; COSTA, W.; IENO, G. M. L - Determinantes de utilização do cuidado pré-natal entre famílias de baixa renda no Estado do Paraná, Brasil. Rev. Saúde Pública, 28: 284-289, 1994. [MedLine]

9. SANTOS, M. E. R. - A hospitalização da criança: a visão do familiar. J. Pediatria, 56: 391-395, 1984.

10. SAUNDERS, E. J. - Services for infants and toddlers with disabilities: idea. Part. H. National Association of Social Workers, 20 (1): 39-45, 1995.

11. SUAREZ, R. S. R. & ARRIAGA, A. L. - Cuanto saben los padres sobre la enfermedad de su hijo hospitalizado? Bol. Méd. Hospital infantil México, 42: 226-233, 1985.

12. ZIOLKO, M. E. - Counseling parents of children with disabilities: a review of the literature and implications for practice. J. Reabilitation, 57: 29-34, 1991.

Article receive on quinta-feira, 31 de agosto de 1995

CCBY All scientific articles published at bjcvs.org are licensed under a Creative Commons license

Indexes

All rights reserved 2017 / © 2020 Brazilian Society of Cardiovascular Surgery DEVELOPMENT BY